Product was successfully added to your shopping cart.
Saúde e Beleza
  
Anti-idade
  

Ácido Hialurônico: Para que Serve, Benefícios para a pele e Cuidados

Ácido Hialurônico

Para que serve o ácido hialurônico? Ele se trata de uma substância própria do organismo que preenche os espaços vazios entre as células. Na matriz extracelular, ele é responsável pela hidratação da pele e pelo reparo dos tecidos.

Essa substância é presente no organismo de todos os animais, sendo encontrado em todos os órgãos do corpo humano. Na pele, corresponde a 56% do total e evita o surgimento de rugas e linhas de expressão.

Porém, como ele funciona? Como pode ser obtido e aplicado? Prossiga com a leitura do artigo e tenha todas as respostas sobre o ácido hialurônico!

Veja o que você encontrará por aqui:

O que é o ácido hialurônico?

"Mais de 50% do ácido hialurônico do corpo está presente na pele e a hidratação da pele é primariamente determinada pela quantidade de ácido hialurônico." (Lilia Guadanhim em entrevista para o DermaClub)

O ácido hialurônico é um glicosaminoglicano, uma molécula de açúcar que atrai a água, presente naturalmente no organismo humano. Ele atua no espaço entre as células, sendo um lubrificante responsável por manter a pele bem hidratada, elástica e lisa.

Ele também é um estimulante do colágeno, o que o torna efetivo contra as rugas na pele, as linhas de expressão e a falta de volume.

Porém, a partir dos 25 anos, há uma perda significativa na produção natural da substância, o que causa o: ressecamento, diminuição da elasticidade, rugas e as linhas de expressão.

Para que serve o ácido hialurônico?

A principal função do ácido hialurônico é a sustentação e hidratação da pele. Ele é utilizando para evitar a flacidez, as linhas e sinais de expressão e as rugas, sendo capaz de promover o rejuvenescimento da pele.

Além disso, quando utilizado como ácido hialurônico injetável, repõe o volume de pele na região de sua aplicação. Com isso, pode dar contorno à face, lábios, sulcos nasolabiais ou nasojulgais, mãos e outras regiões corporais.

Também serve para promover uma hidratação mais intensa nos fios de cabelo, atuando da mesma forma como faz na pele.
Por fim, pode ser usado na correção de cicatrizes após a acne e nas olheiras, tendo um papel no reparo dos tecidos.

Quais são os benefícios do ácido hialurônico para a pele?

Através de sua atuação na pele, é possível apontar diferentes benefícios do ácido hialurônico. Ele melhora o viço da pele e suaviza outras marcas da idade, além de trazer novamente volume ao rosto.

E por ser uma substância natural do corpo, não apresenta rejeição quando aplicado nele. Dessa forma, quais benefícios são ganhos?

Promove uma melhor hidratação da pele

A perda natural do ácido hialurônico acaba causando o ressecamento da pele, o que leva a diversos problemas estéticos. Com a reposição do mesmo, é promovida a hidratação da pele, que se torna mais saudável, elástica e viçosa.

E além de hidratar, o ácido também ajuda na retenção da água já presente na pele, que acaba sendo perdida por agressões externas: raios UV, mudanças climáticas, banhos quentes demais e outras situações agressivas.

Suaviza as rugas na pele e as linhas de expressão

O ácido hialurônico atua junto com o colágeno e a elastina na sustentação e firmeza da pele. Quando ele é reposto no corpo, ocorre uma diminuição na profundidade das rugas e linhas de expressão finas que existem na pele.

Além disso, é função do ácido hialurônico prevenir o aparecimento desses dois problemas.

Apresenta ação preenchedora contra a flacidez da pele

O ácido hialurônico promove o aumento de volume, o que é eficaz contra a flacidez da pele. Ele é utilizado em dermocosméticos e procedimentos de preenchimento para trazer maior densidade a regiões que perderam volume, como bochechas e olhos.

Além disso, pode ajudar na redefinição dos contornos da face como ácido hialurônico injetável. Inclusive, é adotado em procedimentos de harmonização facial para alinhamento do rosto, minimização de sulcos e outras ações.

Ameniza a presença das marcas de acne

As cicatrizes atróficas causadas pela acne na pele podem ser diminuídas ou eliminadas através do ácido hialurônico e sua propriedade preenchedora. Isso é realizado através de dermocosméticos ou aplicações intradérmicas que atuam de maneira mais localizada.

Repara e reconstrói a estrutura capilar

O ácido hialurônico penetra no interior da fibra capilar e começa a reparar e reconstruir toda a estrutura. Com isso, torna os fios saudáveis novamente, eliminando o aspecto ressecado e quebradiço e combatendo as pontas duplas.

Como usar o ácido hialurônico no rosto?

Mesmo que seja um ácido, a substância hialurônica não é irritante e pode ser adotada facilmente na rotina de skincare. Ele é utilizável de uma a duas vezes por dia, podendo ser pela manhã e/ou de noite.

Além disso, pode ser usado como hidratante, suavizando a ação de produtos com ativos mais irritantes à pele.

  • 1. O primeiro passo é lavar o rosto com um gel de limpeza profunda, que deve remover todo o excesso de oleosidade e a maquiagem.
  • 2. Após a limpeza, comece o tratamento de pele que deseja, que pode envolver outros nutrientes, como a vitamina C, o ácido salicílico ou glicólico.
  • 3. Depois, passe o sérum ou creme com ácido hialurônico para hidratar o rosto sob medida. É importante que aplique uma pequena quantidade por todo o rosto após a limpeza da pele.

No caso de tratamento com cápsulas de ácido hialurônico, o consumo é de 1 cápsula por dia após uma das refeições.

Como usar o ácido hialurônico no cabelo?

Em produtos capilares, o ácido hialurônico é utilizável no dia a dia ou na fase de hidratação dentro do cronograma capilar. Ele é usado da seguinte forma:

  • 1. Primeiro como shampoo, abrindo a rotina de cuidados e limpeza do cabelo.
  • 2. Depois com a máscara intensiva, que hidrata os fios profundamente.
  • 3. condicionador selador é aplicado após a remoção da máscara para selar o tratamento interno na fibra capilar.
  • 4. O creme de pentear finaliza a rotina de hidratação e preserva os efeitos dos outros produtos.

Num tratamento noturno, é recomendado que aplique o ácido hialurônico antes de dormir, com os cabelos secos ou úmidos (por seu comprimento ou nas pontas). É possível realizar esse tratamento quantas vezes for necessário na semana.

Ácido hialurônico pode ser usado todos os dias?

Sim, pois o ácido hialurônico não se trata de uma substância fotossensibilizante ou com potencial descamativo. Dessa forma, ele pode não só ser usado todo dia, como também duas vezes ao dia – uma pela manhã e outra pela noite.

Por quanto tempo duram os efeitos do ácido hialurônico no rosto?

Os efeitos do ácido hialurônico na pele são imediatos, podendo ser sentidos em poucos dias. Porém, o resultado final é percebido após 30 dias de tratamento e pode durar até 8 meses, dependendo do tratamento, idade e pele do paciente.

Quais são os tipos de ácido hialurônico?

Os tipos de ácido hialurônico variam de duas formas: pelo seu peso molecular e pela sua forma de aplicação. A primeira forma define a profundidade da ação do ácido, enquanto a segunda define a maneira que o ácido é aplicado na pele.

Vamos conhecer ambos em detalhes!

Tipos de ácido hialurônico por forma de aplicação

  • Uso tópico (cremes, óleos e séruns): cremes, óleos e séruns promovem a hidratação da pele, deixando ela firme e lisa. Podem ser usados na prevenção e no tratamento de rugas, além do sérum ajudar a conter a produção de sebo;
  • Ácido hialurônico em cápsulas: cápsulas com ácido hialurônico promovem um forte efeito antienvelhecimento, reparando tecidos e mantendo a elasticidade da pele. É consumido de maneira oral;
  • Ácido hialurônico injetável: o ácido hialurônico injetável é indicado para o preenchimento de rugas, sulcos e linhas de expressão. Também serve para o aumento de volume e correção de cicatrizes de acne e olheiras.

A última forma de aplicação é realizada por um dermatologista ou cirurgião plástico e os resultados duram entre 6 meses à 2 anos. O ácido hialurônico injetável se encontra na forma de gel.

Tipos de ácido hialurônico por peso molecular

A outra diferenciação entre os ácidos é pelo peso molecular. Quanto maior o peso do ácido, mais a ação dele é rasa, agindo apenas na camada externa da pele. Quanto menor, mais profunda é a atuação na derme.

Dessa forma, é possível classificar em ácido hialurônico de maior peso e ácido hialurônico de menor peso.

Ácido hialurônico de maior peso

  • Sodium Hyaluronate Crosspolymer: apresenta o maior peso molecular, agindo na umidade e proteção da superfície cutânea. Previne o surgimento de linhas finas de expressão;
  • Sodium Hyaluronate: colabora para a absorção de água pela derme, deixando-a hidratada exteriormente;
  • Hydroxypropyltrimonium Hyaluronate: é um agente filmógeno que atua na retenção de água pela cútis;
  • Sodium Acetylated Hyaluronate: conhecido como super ácido hialurônico, é um hidratante natural da camada externa da epiderme (o estrato córneo);

Ácido hialurônico de menor peso

  • Potassium Hyaluronate: conhecido como sal potássico do ácido hialurônico, promove a ação de drenagem no organismo, levando água do interior para a superfície da pele;
  • Hydrolyzed Sodium Hyaluronate: age na hidratação da camada interna da cútis;
  • Hydrolyzed Hyaluronic Acid: de forma hidrolisada (decomposto pelo processo de hidrólise), o ácido hialurônico adere à pele e umecta a região;
  • Hyaluronic Acid: o ácido hialurônico principal, que possui o menor peso molecular. Penetra facilmente na pele e hidrata profundamente toda a área.

Quais são as contraindicações e cuidados do ácido hialurônico?

Apesar da função do ácido hialurônico ser natural para o organismo (e, logo, facilmente aceito por ele), ainda há contraindicações. O ácido hialurônico não deve ser aplicado em indivíduos com hipersensibilidade ao composto.

Também é contraindicado para pessoas com problema de coagulação ou com doença ativa da pele, inflamação ou ferida na área de aplicação. Além disso, não pode ser injetado numa área da pele que já possui implante permanente.

Se for grávida, lactante ou idoso, é importante passar por uma avaliação médica antes. A mesma coisa é válida para pacientes em tratamento contra o câncer (como a radioterapia).

Quais são os principais cuidados antes e depois da aplicação do ácido hialurônico?

Antes do uso, é importante realizar a anamnese e o exame clínico para evitar possíveis contraindicações. É necessário evitar antes de um tratamento com a substância:

  • Bebidas alcoólicas;
  • Medicamentos anticoagulantes (ácido acetilsalicílico, ginkgo biloba, etc).

Após o uso, é importante realizar massagens no local de aplicação por 2 ou 3 dias, exceto se houver hematomas. Nesse caso, deve ser usado de gelo no local por 24 horas.

Em caso de uso tópico, é recomendado que use protetor solar após a aplicação do creme, óleo ou sérum.

Quais são os efeitos colaterais do ácido hialurônico?

Os efeitos colaterais são raros, mas podem surgir, dependendo da forma de aplicação.

  • Na aplicação injetável, é comum a dor, o inchaço e hematoma no local de aplicação. Problemas na pele podem surgir só em caso de procedimento mal feito ou ácido hialurônico de procedência duvidosa;
  • No uso tópico, pode provocar reações alérgicas em algumas pessoas, como pele avermelhada ou coceira.

Outras reações adversas possíveis após a aplicação são eritema transitório, edema, dor, prurido, contusões, descoloração ou sensibilidade no local de aplicação.

Conclusão

O ácido hialurônico é uma substância com ótimos resultados na hidratação da pele, combatendo rugas, linhas de expressão e falta de volume. Contudo, após os 25 anos, sua produção natural acaba caindo e se faz necessária a suplementação.

Após sua aplicação na pele, o ácido hialurônico atua como uma molécula de açúcar que atrai a água. Ele trabalha na manutenção da hidratação ainda existente na pele e promove mais hidratação ainda, de forma a repor o que foi perdido.

Dessa maneira, o ácido hialurônico acaba tendo uma forte atuação estética, agindo de dentro para fora da derme. Com isso, seus resultados são visíveis em pouco tempo e também podem ser duradouros.

Agora que sabe para que serve o ácido hialurônico, comenta aí embaixo o que achou e se tem dúvidas. Se gostou do conteúdo, compartilhe agora e espalhe a informação!