Product was successfully added to your shopping cart.
Suplementação
  
Saúde e Beleza
  

Biotina: o que é, para que serve, benefícios e alimentos com Biotina

Biotina

O que é a biotina e para que serve? Ela é uma vitamina crucial para diversas ações do seu metabolismo e para manter a saúde da pele, do cabelo e das unhas. Em quantidade adequada, é essencial para os cuidados com o corpo.

Também conhecida como vitamina H ou vitamina B7, ela está presente em quase todos os seres vivos, o que inclui fungos, plantas ou animais. No organismo, atua na produção do glicogênio e das proteínas.

Além disso, é também vista em suplementos de biotina, que repõem a vitamina ou reforçam a sua atuação. Com o uso adequado, eles são capazes de aprimorar os benefícios da biotina!

O que é Biotina?

A biotina, também conhecida como vitamina B7 ou vitamina H, se trata de uma vitamina hidrossolúvel. Ela atua como uma coenzima no metabolismo das purinas e dos carboidratos.

Ela permite a utilização dos hidratos de carbono (conhecidos como açúcares e amido) e a produção dos ácidos graxos. Esse último se trata do combustível das células, sendo uma das maiores fontes de energia do corpo, junto das proteínas e glicose.
Em questões mais externas, a biotina atua na formação da pele, do cabelo e das unhas. Como biotina para cabelo, estimula a produção de queratina em quantidade útil para a saúde dos fios.

Como biotina para a pele, atua na formação do colágeno, evita o envelhecimento precoce e estimula o metabolismo das gorduras, carboidratos e proteínas. Além disso, permite a homeostase do zinco a pele.

Por fim, a biotina para as unhas estimula a produção da queratina, evitando que as unhas se tornem frágeis e descamativas.

Para que serve a Biotina?

A biotina pode ser relacionada com a formação dos aminoácidos, ácidos nucleicos, células sanguíneas e glicogênio. Dessa forma, ela serve para:

  • Produção do glicogênio, que fornece a energia para as células e que regula os níveis de glicose no sangue;
  • Manutenção da produção ideal das proteínas;
  • Hidratação da pele, garantindo a formação do colágeno e da queratina. Dessa forma, também fortalece as unhas e o cabelo;
  • Auxiliar na formação das células sanguíneas, com foco nos anticorpos e nos linfócitos;
  • Aumentar a reabsorção no intestino, se juntando às vitaminas B5, B12 e ao ácido fólico;
  • Manutenção da saúde do sistema nervoso;
  • Auxiliar no tratamento da acne e da alopecia.

O que é a deficiência de biotinidase?

A deficiência de biotinidase se trata de um erro no metabolismo com origem genética e de herança autossômica recessiva. Ela interfere na produção da enzima biotinidase, que é a enzima que absorve a vitamina biotina dos alimentos.

Além de causar problemas nas ações citadas anteriormente, a deficiência leva ao:

  • Atraso no desenvolvimento neuropsicomotor;
  • Alopecia;
  • Dermatite eczematoide;
  • Distúrbios visuais e auditivos, além de atraso motor e no desenvolvimento da linguagem (esses sintomas surgem no diagnóstico tardio).

Nesse caso, é necessário ter um tratamento com suplemento de biotina por via oral ao longo de toda a vida.

Quais são os principais benefícios da Biotina para a saúde?

A partir dos usos que apresenta, é possível apontar 4 grandes benefícios da biotina. Quais são eles?

A biotina para cabelo mantém a força dos fios

Segundo estudo da Universidade de Califórnia apresentado em 2012, mulheres com queda de cabelo apresentaram crescimento significativo dos fios após usar do suplemento de biotina.
Outro estudo, publicado em 2015 pela Ablon Skin Institute Research Center, apresentou resultados parecidos. Dessa forma, a biotina para cabelo traz resultados expressivos na saúde dos fios.

Evita o surgimento dos problemas na pele

A biotina é uma vitamina com papel essencial no metabolismo, agindo nas proteínas, nos aminoácidos, nos ácidos nucleicos e no glicogênio. É por meio dessa atuação que garante o funcionamento da pele.

A vitamina melhora a hidratação da pele, retarda o processo de envelhecimento e auxilia no metabolismo de gorduras e carboidratos.

Ajuda no controle da diabetes

Segundo estudo apresentado no periódico Medical Hypotheses em 2016, a biotina pode ser capaz de controlar a glicose em pacientes com diabetes tipo 1. Outro estudo, de 2015, mostrou que ela pode ser efetiva contra os danos renais desse tipo.
De qualquer forma, a biotina está presente na quebra e absorção da glicose durante sua atuação no metabolismo.

Garante mais saúde às grávidas e lactantes

Mulheres grávidas costumam “quebrar” vitaminas com maior frequência, o que requer um consumo maior delas. Durante o período de gravidez e amamentação, isso acaba levando a deficiências nutricionais, como a de biotina.

Por isso, é recomendado o consumo dos suplementos de biotina e de alimentos que contenham a vitamina, de forma a evitar essa deficiência nutricional.

Quais são os alimentos que contém a biotina?

Para evitar a deficiência de biotina no organismo, é necessário montar uma dieta equilibrada com alimentos que contém a vitamina. É importante respeitar a ingestão adequada para cada faixa etária:

  • Bebês entre 0 e 12 meses: 5-6 microgramas;
  • Crianças entre 1 e 3 anos: 8 microgramas;
  • Crianças entre 4 e 8 anos: 12 microgramas;
  • Crianças entre 9 e 13 anos: 20 microgramas;
  • Pessoas com mais de 14 anos e gestantes: 30 microgramas;
  • Lactantes: 35 microgramas.

Veja quais são os principais alimentos que contém biotina:

Pão integral

Apenas uma fatia de pão integral já contém entre 0,02 e 6 microgramas de biotina para a refeição.

Ovo

Um ovo grande é capaz de fornecer até 25 microgramas de biotina. Contudo, a clara (crua) do ovo apresenta a proteína avidina, que pode impedir a absorção da vitamina. Por isso, é ideal o ovo cozido.

Fígado cozido

A peça de fígado cozida (100g de fígado) é capaz de lhe fornecer entre 31,7 e 41,15 microgramas de biotina.

Salmão cozido

Com 100g de salmão cozido, é possível obter até 5,9 microgramas de biotina. É uma opção com menor presença em relação ao fígado.

Carne de porco cozida

Também com 100g, a carne de porco cozida fornece entre 2,35 e 4,7 microgramas da vitamina B7.

Queijo cheddar

Com 100g de queijo cheddar, é possível obter entre 1,42 e 7,15 microgramas de biotina, aproximadamente.

Levedura nutricional

Com um pacote de 7g de levedura, dá para se obter entre 1,4 e 14 microgramas da vitamina H.

Framboesa

Numa xícara de framboesa, é possível garantir entre 0,2 e 2 microgramas da vitamina B7.

Abacate

Ao adotar na refeição um abacate inteiro, é possível obter entre 2 e 6 microgramas da biotina.

Couve-flor

Quando se consome uma couve-flor crua, é possível ganhar entre 0,2 e 4 microgramas da vitamina B7.

Castanhas

As castanhas são um alimento fundamental para o controle lipídico e hormonal, tendo entre 2 e 5 microgramas de biotina a cada 50g.

Nozes-pecã

Com uma porção de 100g de nozes-pecã, se obtém cerca de 28 microgramas da vitamina B7.

Banana

Frutas não costumam ser ricas em biotina, mas a banana se mostra uma exceção, tendo cerca de 118 microgramas da vitamina.

Arroz

Outra ótima fonte de biotina é o arroz, que tem numa porção de 100g cerca de 66 microgramas da vitamina H.

Cevada

Mais um cereal rico da vitamina é a cevada, que tem numa porção de 100g cerca de 31 microgramas de biotina.

Aveia

A biotina pode ser obtida da aveia também, tendo 24 microgramas numa porção de 100g de aveia.

Ervilhas

Se forem consumidas ervilhas frescas, é possível obter 70 microgramas de biotina numa porção de 100g. Se forem consumidas 100g de ervilhas desidratadas, se obtém apenas 40 microgramas.

Quais são os suplementos de biotina mais comuns no mercado?

Caso a alimentação com biotina não ser o suficiente, é possível contar com os suplementos de biotina disponíveis no mercado. Quais são as opções mais comuns?

Biotina 1000mcg

Ideal para quem está buscando um complemento leve de Biotina na alimentação. Em geral esta é a dosagem mais baixa encontrada nos suplementos alimentares.

Biotina 5000mcg

É a dosagem média encontrada nos suplementos alimentares. Uma dose extra de biotina para quem procura melhorar o brilho dos cabelos, pele e unhas

Biotina 10000mcg

Dosagem máximo encontrada em suplementos alimentares, e a dosagem mais vendida. Por ser uma dosagem mais forte, os resultados nos cabelos, pele e unhas é mais evidente a curto prazo.

O suplemento de biotina apresenta alguma contraindicação?

O suplemento de biotina não deve ser consumido por quem possui hipersensibilidade a qualquer componente do produto. Além disso, não deve ser indicado para grávidas, lactantes e crianças de até 3 anos sem a recomendação médica.

É indicado que consuma a cápsula com água após 30 ou 60 minutos da refeição, de forma que haja uma melhor absorção dos nutrientes.

E quanto aos efeitos colaterais da biotina?

Quais são os efeitos colaterais da biotina?

A biotina, mesmo em pequena quantidade, é capaz de alterar momentaneamente os níveis de hormônio, da tireoide, de troponina cardíaca ou vitamina D. Dessa forma, pode levar a resultados falsos e erros em exames.

Outro dos efeitos colaterais da biotina é a erupção cutânea, que é causada pelo consumo excessivo. Também pelo excesso, pode ocorrer um desconforto gastrointestinal, acne, náusea e diarreia.

Conclusão

“Muito estudada pelos especialistas, a biotina é uma das melhores aliadas dos cabelos, pele e unhas, ajudando a mante-las fortes, saudáveis e mais bonitas.”

A biotina é uma vitamina crucial para o melhor funcionamento do corpo. Ela é relacionada com o metabolismo e é essencial para a manutenção da pele, do cabelo e das unhas, permitindo que continuem fortes.

Sua deficiência é sentida e precisa ser suprida, seja com a alimentação adequada ou com os suplementos. O importante é que mantenha o nível ideal de biotina do seu corpo em relação à faixa etária.

Então, agora que sabe para que serve a biotina, comenta aqui embaixo qualquer dúvida que ainda tiver. Se gostou do conteúdo, compartilhe em suas redes sociais e participe de forma ativa em nosso blog!