Product was successfully added to your shopping cart.
Cérebro e Memória
  
Coração
  

Resveratrol: o que é, benefícios e contraindicações

Resveratrol

Você provavelmente já deve ter ouvido sobre os benefícios do vinho para o coração e para a circulação sanguínea. Mas talvez o que você não saiba é que o Resveratrol é o grande responsável por todos estes benefícios para a saúde do nosso corpo.

O problema é que tem muitas pessoas que não são adeptas ao uso de bebidas alcóolicas ou, por algum motivo, não pode fazer o uso delas ou simplesmente não querem.

Mas a boa notícia é que, além do vinho, o Resveratrol também pode ser encontrado em outros alimentos e até mesmo em cápsulas, através de suplementos alimentares.

Fique com a gente que iremos te mostrar tudo o que você precisa saber sobre o Resveratrol. Onde encontrar, seus benefícios, seus efeitos colaterais e suas contraindicações.

Veja o que você irá encontrar aqui:

O que é o Resveratrol

Resveratrol faz parte de um grupo de compostos chamados polifenóis.

Os polifenóis são encontrados principalmente em plantas e frutas e age como uma proteção à radiação ultravioleta, contra insetos e contra outros microrganismos.

Já para o ser humano, os polifenóis, são extremamente benéficos para a saúde por conta das suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

O Resveratrol faz parte dos mais de 8 mil tipos de polifenóis já identificados, sendo que os mais conhecidos além do Resveratrol são: a curcumina, as antocianinas e os flavonoides.

Quais os benefícios do Resveratrol

O Resveratrol tem ganhado muita atenção dos pesquisadores e especialistas por causa de descobertas que fazem do Resveratrol um grande aliado no combate à doenças do sistema cardiovascular, sistema circulatório, além de prevenir que células cancerígenas se espalhem e até mesmo na prevenção de doenças neurodegenerativas.

Além disso, alguns estudos descobriram que o uso do Resveratrol em forma de suplemento também ajuda prevenir doenças que surgem com o avanço da idade, ajuda na perda e na manutenção do peso e trás grandes benefícios para pessoas com diabetes tipo II.

Veja alguns dos principais benefícios já descobertos pela ciência:

Doenças do Coração

O Resveratrol ajuda a reduzir inflamações e ajuda a baixar os níveis de LDL, ou colesterol mal, ele também ajuda a previnir que coágulos se formem nas paredes dos vasos e artérias prevenindo assim doenças do sistema cardiovascular e do sistema circulatórios como infartos e pressão alta.

Câncer

Alguns estudos já realizados indicam que o Resveratrol pode ajudar a prevenir o surgimento de células cancerígenas, e até mesmo pode ajudar a retardar o crescimento delas.

Isso se deve principalmente às suas propriedades antioxidantes, que ajuda a equilibrar o pH do sangue diminuindo os risco da doença.

Pele

O Resveratrol também ajuda prevenir o envelhecimento da pele por ser uma substância antioxidante, ele também ajuda a desintoxicar o organismo e melhora a cicatrização.

Diabetes

O Resveratrol também pode ajudar a prevenir a resistência à insulina, uma condição na qual o corpo se torna menos sensível à insulina, condição que pode levar ao diabetes.

Os pesquisadores acreditam que o Resveratrol ativa o gene SIRT1, gene que protege o corpo contra os efeitos da obesidade e as doenças do envelhecimento.

Doenças Neurodegenerativas

Alguns estudos já mostraram que o uso do Resveratrol, assim como a fosfatidilserina, ajuda a prevenir e retardar a progressão de doenças como o mal de Alzheimer e mal de Parkinson.

Além disso, o seu uso contínuo também melhora a capacidade de raciocínio e função cognitiva.

Como Tomar o Resveratrol

O Resveratrol já pode ser encontrado em forma de suplemento alimentar, em cápsulas, e em geral é aconselhável o uso de 1 a 2 cápsulas por dia, dependendo da dosagem.

Em geral os suplementos alimentares contém dosagens diárias de 250mg até 500mg, porém, dependendo da necessidade ou da indicação médica, a dosagem recomendada para um indivíduo pode ser de até 5g por dia.

Alimentos que Contém Resveratrol

Como já foi dito, os polifenóis são encontrado em plantas e frutas e serve com um agente protetor contra insetos e contra a radiação ultravioleta.

Por isso, é possível encontrar o Resveratrol em sua forma natural em alimentos como vinho branco e tinto, uva, chá verde, amendoim, pistache, açafrão e até no chocolate amargo.

Estudos Sobre o Resveratrol

A Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, publicou um estudo que reuniu todos os estudos feitos com o Resveratrol em humanos nos últimos 10 anos.

O objetivo deste estudo era verificar quais foram os benefícios do Resveratrol para a saúde e identificar se a ingestão desta substância era segura para os seres humanos.

E através desta análise foi constatado que o Resveratrol além de seguro para a ingestão humana, ele também é um poderoso aliado no tratamento de doenças relacionadas ao estresse oxidativo, inflamações, doenças cardiovasculares e neurodegenerativas.

Dentre estes estudos feitos, um em específico feito com um grupo de adultos com diabetes tipo II e mostrou que uma dose diária de 75mg aumentou a capacidade de acoplamento neurovascular melhorando o desempenho cognitivo.

Mas, os benefícios percebidos por este estudo não pararam por aí, os diabéticos também passaram a ter uma melhor sensibilidade à insulina melhorando os níveis de glicose pós-prandial.

O Resveratrol também se mostrou muito eficaz em previnir o surgimento e o crescimento de tumores cancerígenos, isso porque, ele age no organismo como uma espécie de biomarcador preventivo.

Em conclusão, os estudos analisados comprovaram os benefícios do Resveratrol para a saúde do organismo, além de constatar que ele é seguro para o consumo humano.

O estudo também chegou a conclusão que a maneira mais eficaz para absorver todos os benefícios do Resveratrol é a administração de forma contínua e moderada, ou seja, doses de 1g até 5g por dia.

Contraindicações

O Resveratrol é uma substância natural e apresenta pouquíssimos riscos para a saúde, tanto para a ingestão através dos alimentos, quando para a ingestão na forma de suplemento alimentar.

Porém, como sempre é recomendado, o Resveratrol não deve ser usado por mulheres grávidas, mulheres em período de amamentação ou por crianças, sem antes ter a recomendação médica para o uso.

Efeitos Colaterais

Até o momento os estudos mostram que o Resveratrol não apresenta grandes efeitos colaterais, mesmo quando ingerido em grandes quantidades.

No entanto, o Resveratrol, assim como outros suplementos, pode interagir com anticoagulantes e medicamentos como a aspirina e o ibuprofeno. Portanto, se você faz uso de medicação de forma contínua, é sempre bom procurar um médico antes de fazer uso do Resveratrol.

Conclusão

O Resveratrol é um suplemento seguro e tem demonstrado grandes benefícios para a saúde, especialmente para o sistema cardiovascular e circulatório, para prevenir doenças da idade e na prevenção do surgimento de tumores cancerígenos.

Além disso, o Resveratrol não tem contraindicação ou efeitos colaterais severos e pode ser uma excelente opção para manter o corpo saudável.

Gostou do artigo? Deixei seu comentário, comente. Gostaríamos de saber se você já fez uso do Resveratrol e qual foi o motivo.